Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

A USP é uma das 40 universidades mais sustentáveis do mundo!

A USP é uma das 40 universidades mais sustentáveis do mundo!

Que qualquer universidade almeja alcançar posições de valor em rankings da comunidade acadêmica mundial, todos sabemos.

Anualmente, inúmeras consultorias e instituições publicam listas classificando as melhores universidades em um número de quesitos, seja por região ou áreas de especialização, ou reputação acadêmica e impacto de publicações no meio científico; ou ainda, como é o caso da mais recente, níveis de sustentabilidade.

Surgido em 2010 na Universidade da Indonésia (UI), o ranking que avalia quais Academias mais estão comprometidas com o meio ambiente foi organizado através de discussões com especialistas, e do estudo de sistemas já existentes.

A lista mais recente do UI GreenMetric World University Ranking, como é chamada, foi lançada no fim de 2018 e alocou a instituição brasileira USP (Universidade de São Paulo) entre as 40 mais sustentáveis do mundo, na posição 23.

A USP subiu cinco posições com relação ao ano de 2017, e manteve-se em primeiro lugar entre as brasileiras.

Ao todo, foram avaliadas 719 instituições, de um total de 81 países.

De acordo com Patrícia Faga Iglecias Lemos, professora da USP, alguns fatores justificam tal desempenho. Dentre eles, a formação de grupos de trabalho para avaliação do tema, compilação e organização de dados dentro da própria Universidade e, claro, a criação da Superintendência de Gestão Ambiental, que vem atuando no campus desde 2012.

Segundo a professora, a "sustentabilidade envolve não só a questão ambiental, mas social e econômica. É papel da universidade ser um agente de mudança."

GreenMetric é o primeiro e, até hoje, ainda o único ranking de seu tipo no mundo.

No entanto, recentemente, a Times Higher Education, consultoria britânica de enisno superior, anunciou que vem desenvolvendo uma nova classificação global que avaliará o desempenho das universidades partindo dos princípios dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Enquanto novos rankings de avaliação não são implementados, a superintendente da USP já se diz feliz com o resultado:

"O ranking nos mostra os pontos nos quais podemos melhorar, como a questão da água e da energia, e também nossos pontos fortes. Na questão da infraestrutura, por exemplo, atingimos 96.67% da pontuação."

Confira no Jornal da USP a matéria completa e também dicas sobre quais atitudes uma universidade deve tomar para ser sustentável.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit