Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

Ações da Vale caem em 11.6% na bolsa de Nova York após tragédia de hoje

Ações da Vale caem em 11.6% na bolsa de Nova York após tragédia de hoje

O rompimento da barragem em Brumadinho (MG) está dando o que falar hoje e com razão.

Agora, confirmou-se que a tragédia afetou o desempenho da Vale no mercado internacional. As ADRs (American Depositary Receipts) das ações da Vale desabaram 11.6% após o ocorrido, que clamou vítimas e o bem-estar do já fragilizado Rio Paraopeba.

Segundo a Exame, ações da empresa estavam sendo vendidas a 13,13 dólares na bolsa de Nova York no início da tarde de hoje (25-01).

Adicionalmente, o índice Dow Jones avançava 0.95%.

A B3, bolsa de São Paulo, está fechada momentariamente devido ao feriado em comemoração ao aniversário da cidade, mas as primeiras informações indicam que a Vale sofrerá danos ainda maiores nos próximos dias.

A barragem de Mina Feijão rompeu-se no início desta tarde, e informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco.

A companhia já soltou um press release e afirmou que ativou seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens.

“A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade”, disse a empresa em nota, ainda não referindo-se à sua súbita desvalorização.

O episódio lembra vividamente o rompimento da barragem do Fundão, da mineradora Samarco, no município de Mariana, também em Minas Gerais, em novembro de 2015.

O desastre de Mariana deixou 19 pessoas mortas na comunidade Bento Rodrigues.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit