Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

Cervejaria recolhe mais de 7 toneladas de vidro de bares por mês

Cervejaria recolhe mais de 7 toneladas de vidro de bares por mês

Goose Island é uma cervejaria que está liderando uma iniciativa para incentivar a logística reversa e ajudar a solucionar um dos grandes problemas do bairro de Pinheiros (SP).

O empecilho encontrado por bares e restaurantes da região é o descarte correto de garrafas e embalagens de vidro. Pensando nisto, a cervejaria vai recolher todos os recipientes para enviar ao centro de reciclagem da Ambev, no Rio de Janeiro, em parceria com uma startup chamada Green Mining.

Pinheiros é o bairro onde localiza-se a 'brewhouse' da Goose Island, e tornou-se um dos mais frequentados pontos da capital paulista.

No entanto, o descarte de resíduos, devido à característica boêmia da região, é um problema, ainda mais no Brasil, onde menos de 50% das garrafas de vidro são recicladas. A Goose Island tem consciência destes números, e tomou a iniciativa de um trabalho de logística reversa, junto à Green Mining.

No novo sistema, existem coletores que percorrem toda a Pinheiros retirando garrafas de vidro dos estabelecimentos parceiros, e levando-os a uma central de recebimento no centro do bairro. A partir disso, o material é encaminhado para a Fábrica de Vidros da Ambev, no Rio de Janeiro, onde é processado e transformado em novas garrafas.

O trabalho, que foi iniciado em março, já tem dado resultados.

Em cinco semanas, 35 bares e restaurantes foram impactados, e a iniciativa já juntou mais de 7.8 toneladas de garrafas de vidro. Agora, todo o material será reaproveitado da maneira correta.

E ainda, de forma a garantir o funcionamento e manutenção eficiente dessa economia circular, um sistema de certificação é feito em todas as fases do processo, o que garante que o material coletado chegue ao destino final de maneira correta.

'Queremos ajudar os bares e restaurantes da região em relação à reciclagem', o gerente de marketing da Goose, Thiago Leitão, afirma, 'o vidro é um material reciclável, mas muitos ainda têm dificuldades em descartá-lo da forma correta. Nossa ideia é levar essa iniciativa para o maior número de estabelecimentos possível.'

A Green Mining, por seu lado, é um empreendimento paulistano que desenvolveu um sistema de otimização de hubs para coleta de vidros.

Parte da Aceleradora 100+ da Ambev, tudo foi inciiado em junho de 2018 pela AB Inbev, que selecionou, em parceria com o Pacto Global da ONU, pequenos e médios empreendedores com propostas inovadoras e disruptivas para algumas das principais questões socioambientais da atualidade.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit