Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

Cheiro de Mato pode reduzir estresse e até mesmo evitar Câncer!

Cheiro de Mato pode reduzir estresse e até mesmo evitar Câncer!

Tem gente que se sente muito mais tranquilo e relaxado em meio à natureza que na cidade.

Antes, acreditava-se que isso não passava, meramente, de uma questão de preferência, mas um estudo recente feito no Japão sobre aromaterapia aponta indícios fortíssimos de que, na realidade, ambientes mais verdes ajudam a inibir malignidades.

Cientistas da escola Nippon, uma das referências em medicina de Tóquio, capital japonesa, confirma os sinais que nossos corpos já tem nos dado há tempos: sentir o odor da natureza, ou, num linguajar mais popular, 'cheiro de mato', reduz drasticamente a pressão sobre o corpo humano, estimulando o bem-estar de moléculas que combatem inúmeras doenças.

Dentre elas, o câncer, que caracteriza-se pela multiplicação maligna de células.

De acordo com o estudo, à medida que odores naturais adentram nosso organismo, os níveis de estresse e irritação, dois dos fatores analisados, reduzem imediatamente.

Por outro lado, uma exposição mais longa e intensa aos cheiros 'verdes', como são caracterizados, podem ajudar até mesmo na manutenção da pressão arterial e fortalecer a imunidade dos nossos corpos perante às ameaças externas e internas.

Como o abstrato do estudo revela, foram investigados o efeito de óleos essenciais da madeira (phytoncide) - substância biologicamente ativa de origem vegetal capaz de matar, ou inibir, o crescimento e desenvolvimento de bactérias, fungos e protozoários microscópios - sobre indivíduos (dentre outras substâncias).

Além dos resultados excepcionais da pesquisa, foi criado na mesma universidade que a sediou um novo centro de pesquisa internacional, inteiramente voltado à natureza e à medicina florestal, que analisará ainda mais a fundo os efeitos da aromaterapia como tratamentos alternativos a algumas doenças.

Devido às suas inúmeras qualidades, phytoncides já tem sido investigados na medicina, medicina veterinária, proteção de plantas, frutas e armazenamento vegetal e, igualmente, na indústria alimentícia.

Um efeito positivo similar também foi observado no simples ato de observação de florestas, mesmo que via fotografias: a calma transmitida é a mesma, mas ainda é discutida a eficácia do contato visual comparada à experimentação de aromas e presença física.

Isto só comprova, no fim das contas, o quanto a natureza é necessária ao nosso bem-estar e como devemos lutar com afinco para protegê-la!

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit