Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

Cientista escocês cria garrafa d'água que se decompõe em 3 semanas

Cientista escocês cria garrafa d'água que se decompõe em 3 semanas

James Longcroft, cientista escocês, desenvolveu uma garrafa sustentável sem adição de plásticos que se decompõe em até três semanas.

Com a crise plástica causando reverberações ecológicas e sociais ao redor do mundo, o objetivo é substituir as garrafas convencionais, que são extremamente poluentes e levam anos, até décadas, para deteriorar na natureza.

Chamada Choose Water, a garrafa é feita de papel reciclado na parte externa, doado por empresas e escritórios próximos. O interior, que apesar da "fragilidade" externa, é à prova d'água, é composto de um material impermediável desenvolvido pelo próprio cientista.

Ao ser descartada, tanto faz se for em água ou terra, a invenção britânica tem o poder de decompor-se rapidamente. A tampa, que é feita de aço, enferruja e desaparece em um ano.

Para produzir a garrafa sustentável, Longcroft contou com uma longa campanha de financiamento coletivo. Em apenas dois dias, já tinha o apoio de 200 pessoas e havia arrecadado mais de 60% da meta de 25 mil libras (aproximadamente 140 mil reais) para que o sonho se concretizasse.

Tendo sido aprovado, a expectativa é que o produto esteja disponível para vendas até o fim deste ano.

Discute-se que o valor estimado de compra será de £0.85£0.90 libras esterlinas (aproximadamente R$5.00 reais). A Choose Water de Longcroft, no entanto, não é uma coisa nova: antes, ela atuava enquanto empresa de água engarrafada que utilizava todo seu lucro para enviar água limpa a lugares remotos do continente africano.

Apesar da iniciativa, o cientista, nativo de Edinburgh, percebeu que, mesmo que ajudasse a população, estava agravando o problema do lixo no meio ambiente, como comentou ao site The Scotsman.

Logo, as novas garrafas são a alternativa perfeita para continuar ganhando o dinheiro que será revertido em fornecimento de água para países carentes da África.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit