Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

Conceitos da Defesa Administrativa e do Auto de Infração Ambiental

Conceitos da Defesa Administrativa e do Auto de Infração Ambiental

Desde setembro de 2016 a Semad (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) foi reestruturada e recebeu uma nova organização. Mudanças profundas ocorreram no Sisema (Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, com foco na estrutura orgânica, nas finalidades e competências das unidades administrativas do órgão ambiental.

Agora há uma melhor integração entre os órgãos ambientais mineiros e suas atividades de regularização, monitoramento, controle e fiscalização ambiental, garantindo mais eficiência e estreitamento de relações.

Assim, para os processos administrativos ambientais, os autos de infração são agora analisados pelos Núcleos de Autos de Infração (NAIs), vinculados às Suprams (Superintendência Regional de Meio Ambiente) e pela Dainf (Diretoria de Autos de Infração), vinculada à Semad. A competência para análise dos Autos de Infração conforme o ano de lavratura do auto de infração e o órgão autuante é disposta conforme:

ANO DE LAVRATURAAUTUANTERESPONSÁVEL PELO PROCESSAMENTO
2011 a 2015 PMMG DAINF
2015 e 2016 Extintos Núcleos de Fiscalização - SUFIS NAI - Regional
2011 a 2014 Extintos Núcleos de Fiscalização - SUFIS DAINF
A partir de 2016 PMMG NAI - Regional
A partir de 2016 Diretorias de Fiscalização - SUFIS e Operações Especiais DAINF
A partir de 2016 Diretorias Regionais de Fiscalização NAI - Regional
Sempre

Ténicos vinculados à regularização da Supram

NAI - Regional

 

Auto de Infração

Os autos de infração são lavrados quando for constatado o cometimento de alguma infração ambiental por uma atividade, empreendimento ou pessoa física, gerando um impacto ou intervenção ambiental ilegal. Os responsáveis pela lavratura do auto de infração são Analistas Ambientais de órgãos fiscalizadores ou Agentes Autuantes Conveniados (da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais - Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito).

Em suma, se a intervenção ou o impacto ambiental não estiverem previstos na regularização ambiental ou se a mesma for inexistente, pode ser lavrado um auto de infração procedido de penalidade.

Penalidades

As penalidades que podem ser aplicadas por meio da lavratura de um auto de infração são:

  • Advertência;
  • Multa simples;
  • Multa diária;
  • Suspensão parcial ou total de atividades;
  • Embargo de atividade ou obra;
  • Apreensão;
  • Demolição de obra;
  • Destruição ou inutilização do produto;
  • Suspensão de venda e fabricação do produto;
  • Restritiva de direitos;

É possível que seja aplicada uma penalidade de advertência, quando forem praticadas infrações classificadas como leves, se a legislação permitir. Após a aplicação dessa penalidade, há um prazo para que o autuado regularize sua situação que, se não cumprido, pode acarretar em conversão para multa simples.

Leia também:
Programa de Pagamento permite descontos de até 90% em partes de multas ambientais
Principais tópicos da Legislação Estadual da Outorga de Água em MG
Uma análise sobre o Licenciamento Ambiental atual

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit