Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

Conheça o Cogumelo Biônico, capaz de produzir energia limpa

Conheça o Cogumelo Biônico, capaz de produzir energia limpa

Pesquisadores norte-americanos conseguiram, com sucesso, produzir eletricidade a partir de cogumelos revestidos por bactéria.

Usando impressoras 3D para incrustar a superfície dos fungos com os microorganismos, eles descobriram que até mesmo cianobactérias são grandes aliadas na geração de energia, e que o apelidado 'cogumelo biônico' tem grande potencial.

Com relação às cianobactérias, especificamente, elas já têm sido miradas em estudos ao redor do todo mundo devido à crescente busca por fontes de energia alternativas.

Estes organismos, encontrados principalmente em oceanos e solos, são investigados por sua abilidade inigualável de transformar luz solar em correntes elétricas.

Um grande problema, no entanto, é que eles não sobrevivem tempo o suficiente em superfícies artificiais para serem potencializados.

E é aí que o cogumelo de botão modificado entrará.

 

A humanidade já apagou do mapa 60% de outras espécies animais

 

Este fungo, que por sinal é extremamente fértil, já é casa para muitas outras formas de vida, o que garante-lhe uma gama variada de nutrientes e componentes hidratantes, que propiciariam maior longevidade às cianobactérias.

Consequentemente, cientistas do Stevens Institute of Technology, nos Estados Unidos, decidiram criar um método para unir os dois... e surpreendentemente, enquanto estavam almoçando!

'Um dia eu e meus amigos saímos para almoçar e pedimos alguns cogumelos', conta Sudeep Joshi, um pesquisador de pós-doutorado e autor do estudo. 'Enquanto discutíamos a possibilidade, percebemos como os cogumelos têm um microbiota próprio e diverso, então pensamos... por quê não usá-los como suporte de vida para a cianobactéria? Vamos uni-los e ver o que acontece.'

Usando um tipo especial de tinta, o time imprimiu a bactéria sobre o cogumelo, em formato espiral.

 

Conheça a cidade que dá cerveja de graça a quem usa bicicleta ou transporte público

Quando o espécime foi iluminado artificialmente, a cianobactéria foi capaz de produzir um pouco de eletricidade.

Não o suficiente para iluminar um bulbo de luz, mas, por outro lado, ajudou a provar que a ideia realmente funciona!

Agora, segundo Joshi, o foco é descobrir como mais exemplares de bactérias podem ser acopladas para gerar mais energia.

Os pesquisadores acreditam que a ideia tem o potencial de revolucionar o mercado de energia renovável e sustentável, já que cianobactérias são mutáveis; elas podem ter suas moléculas geneticamente alteradas para melhor servirem aos nossos propósitos, e isto é só o começo:

'Nós chamamos o processo de simbiose mecância', concluiu o cientista. 'Se investirmos em mais pesquisas na área, podemos alavancar este campo de verdade e criar um novo tipo de tecnologia verde.'

Confira o estudo publicado em sua totalidade no jornal Nano Letters.

 

Via: BBC.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit