Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

Mudanças Climáticas contribuíram para o Incêndio Florestal da Califórnia

Mudanças Climáticas contribuíram para o Incêndio Florestal da Califórnia

Primeiro, o que está acontecendo?

Ambos os limites da Califórnia, estado na costa oeste dos Estados Unidos, estão em chamas, com um trio de incêndios naturais desastrosos que já resultaram, até então, em 44 mortes e milhares de lares e negócios perdidos para o fogo.

Mais ao norte do estado, a tragédia já é o pior e mais mortal desastre natural da História local, tendo queimado 111.000 acres e chegando ao ponto, até mesmo, de avançar tão rapidamente que partes de terra equivalentes a um campo de futebol foram engolidas em segundos.

 

6 fatos realmente assustadores sobre o atual estado do Meio Ambiente

 

O fogo destruiu em sua totalidade a comunidade Paradise, cidade de 26 mil pessoas, só 170 milhas de São Francisco.

Ele só não avança para a metrópole devido às barreiras aquíferas e as trincheiras estratégicas cavadas por bombeiros.

Mais ao sul, o incêndio apelidado 'Woolsey' ameça Los Angeles, tendo queimado 83 mil acres ao redor da cidade.

 

Quem foi verdadeiramente afetado?

Os restos mortais de 29 pessoas foram encontradas na região do incêndio 'Camp', tornando-o o mais perigoso em 85 anos.

Algumas pessoas foram encontradas dentro de seus carros, tentando escapar da fumaça e das chamas; por outro lado, dois cidadãos foram vítimas do 'Woolsey', totalizando, até então, 31 mortos por este fogo, especificamente.

 

Conheça 5 formas baratas de remover o CO2 da atmosfera

 

Os números devem subir, já que 200 pessoas foram apontadas como desaparecidas.

Ao todo, 250.000 californianos foram obrigados a abandonar suas casas à destruição total, já que o 'Camp' foi responsável por extinguir do mapa perto de 7.000 construções e edifícios, inclusive de celebridades como Miley Cyrus e Neil Young.

Além de celebridades - a cantora Lady Gaga também viu-se forçada a escapar - famílias mais pobres estiveram entre as maiores afetadas.

 

Curso de Licenciamento Ambiental em Viçosa, Minas Gerais

 

Um exército impressionante de 8.000 bombeiros têm lutado contra as chamas, mas o trabalho é árduo devido, principalmente, ao clima seco e deteriorante que, segundo expectativas, continuará esta semana.

 

O que Donald Trump teve a dizer?

Trump, atual Presidente dos Estados Unidos, atribui a culpa da alastração do fogo a um 'serviço pobre de gestão ambiental', o que provocou a ira de indivíduos públicos como Katy Perry e a já citada Lady Gaga, que criticaram o posicionamento 'infeliz' e 'insensível' do líder político.

 

'Poluição do ar é o novo cigarro', alerta a Organização Mundial da Saúde

 

Vale lembrar que, nos últimos dias, Trump criticou ferrenhamente políticas de preservação ambiental, alegando que elas são um gasto despendioso para os cofres públicos, e está sendo até mesmo processado por um grupo de jovens pelas mudanças climáticas vivenciadas no país.

Ecologistas, no entanto, rebatem que incêndios fazem parte da ecologia da Califórnia, já que auxiliam as florestas nativas a livrarem-se naturalmente de vegetação rasteira e se renegerarem.

'A declaração de Trump é um desserviço, com péssimo timing e completamente insensível àqueles que estão sofrendo no estado', rebate Brian Rice, representante do Corpo de Bombeiros responsável.

 

'Parem de destruir o meio ambiente ou nós seremos extintos', implora a ONU

 

No entanto, é inegável que fatores humanos contribuíram para a equação...

 

As mudanças climáticas auxiliaram no desastre?

Grosso modo, sim.

A população californiana está quase atingindo 40 milhões - 300.000 pessoas a mais desde 2010 - e o fato de pessoas terem se mudado para locais propensos ao início de incêndios naturais acelerou, e intensificou, o processo.

'A decisão do Presidente de culpar os gestores ambientais da Califórnia pela catástrofe é perigosamente errada', Rice continuou. 'Os fogos se alastraram não só em áreas observadas, mas também em áreas populosas e corpos abertos, onde há vegetação ressecada, ventos fortes e pouca humidade.'

Justamente pelo fogo ser levado pelo vento, as mudanças climáticas estão, definitivamente, favorecendo incêndios no local.

 

O mundo está preocupado com o destino da Amazônia no governo Bolsonaro

 

Das 20 queimas naturais registradas na história do estado, 15 ocorreram desde 2000, uma época em que as florestas tornaram-se mais secas e quentes, o que é um resultado direto dos gases aquecedores do efeito estufa.

 

O que acontecerá agora?

O governo autônomo da Califórnia está tentando, no momento, receber recursos federais para reduzir os impactos dos incêndios, com o governador, Jerry Brown, solicitando a Trump para tratar o acontecimento como um desastre 'de grande escala'.

No entanto, o presidente ainda não forneceu qualquer posicionamento.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit