Nosso Blog

Confira nossas novidades!

Veja outros Posts

O mundo está preocupado com o destino da Amazônia no governo Bolsonaro

O mundo está preocupado com o destino da Amazônia no governo Bolsonaro

O Sr. Jair Bolsonaro saiu vitorioso na última eleição presidencial brasileira, após ter sido pareado com Fernando Haddad.

Conhecido por suas pautas e declarações polêmicas, que têm instigado analistas de economia e cientistas sociais a compararem o político com Donald Trump (presidente dos Estados Unidos que apresenta-se como ameaça à preservação ambiental), Bolsonaro afirmou que mesclará os Ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura.

Durante a campanha, o ex-capitão do exército prometeu que a medida foca 'prioridades' ao invés de 'proteção'.

'Nós não teremos mais discussões a respeito', comentou, apesar de, depois, ter voltado atrás e deixado a possibilidade de discussão em aberto, após uma reunião com seu partido, o PSL. Eles concordaram em criar, talvez, uma 'vanguarda de combate', apesar de reforçamentos de que a fusão irá acontecer:

'As questões da agricultura e o meio ambiente serão tratadas dentro do mesmo Ministério, como dito desde o início'Onyx Lorenzoni, membro da equipe que pode tornar-se chefe de staff no novo governo, relembra.

 

Licenciamento Ambiental em MG: Novas Diretrizes

 

A medida será benefíca para o influente setor agroindustrial do Brasil, que retém uma parte considerável dos apoiadores de Bolsonaro e seu governo, já que, para eles, é interessante abrir a Amazônia, o Cerrado e outras reservas naturais hoje protegidas para exploração. No entanto, a sugestão do PSL e seu líder causaram reverberações no Brasil - e ao redor do globo.

Marina Silva, ativista ambiental e ex-Ministra do Meio Ambiente no país, diz que a tática destruiria a reputação do Brasil como uma potênica na conversa mundial a respeito de mudanças climáticas e biodiversidade.

 

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Ibracam

by nerit